Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
FITZZ | e-bikes

MIX Rocha

MObfloripa | Guia

Everbike

PLAMUS


Portal do Trânsito | ONU pede a prefeitos eleitos que não aumentem limites de velocidade







Data:

05/01/2017

Fonte:

Portal do Trânsito

Fonte da imagem:

Recorte digital de portaldailha.com.br

TAGs:

ONU, mobilidade, velocidade, veículos, segurança viária

Editoria:

Trânsito


Atualização: 05/01/2017



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), entidade ligada à ONU, pediu aos prefeitos eleitos no Brasil que mantenham os limites de velocidade em vias urbanas inferiores a 50 quilômetros por hora. “Quanto maior a velocidade de um veículo, menor será o tempo que um condutor tem para parar e evitar um choque”, afirmou o consultor da Opas/OMS no Brasil, Victor Pavarino.



O especialista deu exemplos de políticas bem sucedidas voltadas à área, como a de São Paulo, encampada pelo prefeito Fernando Haddad (PT). O seu sucessor, João Doria (PSDB), norteou sua campanha política vitoriosa pelo aumento da velocidade dos carros na cidade. “Retroceder nesses avanços significa um retrocesso não apenas nos resultados estatísticos, mas no marco simbólico que representou a decisão em favor da vida”, afirmou Pavarino.



“Cumprimentamos as iniciativas dos municípios que se empenharam na gestão rigorosa da velocidade. Em memória dos que perderam suas vidas no trânsito, e em respeito àqueles que poderão ser salvos, sigamos os exemplos de Londres, Nova York, Paris, São Paulo, Sydney e Tóquio. Essas cidades reduziram os limites de velocidade nos últimos anos e obtiveram bons resultados“, disse o consultor.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...