Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MIX Rocha

MObfloripa | Guia

PLAMUS

Everbike

FITZZ | e-bikes


Boas Práticas: Uberlândia é um exemplo em acessibilidade



Van adaptada em Uberlândia


 

Data:

17/02/2011

Fonte:

Acessibilidade. Siga esta ideia | www.sigaessaideia.org.br

Fonte da imagem:

Acessibilidade. Siga esta ideia

TAGs:

Boas Práticas, acessibilidade, Uberlândia

Editoria:

Novidades


Atualização: 17/02/2011



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* NOVA VERSÃO DO PORTAL MOBFLORIPA JÁ ESTÁ NO AR



* Florianópolis ganha guia rápido de mobilidade urbana



* MObfloripa lança hoje a versão 2.0: navegue e descubra as novidades



* Boas Práticas: Uberlândia é um exemplo em acessibilidade



* Linhas de ônibus terão itinerário alterado em função do IRONMAN BRASIL 2011





Boa parte da frota de ônibus de Uberlândia possui elevador, fato que possibilita a fácil entrada da pessoa com deficiência no ônibus, sem que precise de alguém para auxiliar. Hoje, em cada linha, há um veículo com este recurso.

A fiscalização também é eficiente, feita por cartões eletrônicos, que são distribuídos as pessoas com deficiência e ao acompanhante. O acompanhante pode utilizar o cartão mesmo que não esteja o beneficiário. Exemplo: A mãe poderá deixar seu filho na escola, voltar para casa, e buscá-lo, sem ter que pagar nada por isso.

Outra conquista acessível é o corredor de ônibus da avenida João Naves de Ávila que tem aproximadamente oito quilômetros, e liga o terminal Central ao Santa Luzia. O corredor atende cerca de 60 mil passageiros por dia, mas possui capacidade para 120 mil.

A Interação tecnológica implica na autooperação de terminais de recarga de bilhetes e de caixas bancários eletrônicos. Isto possibilita o acesso, em tempo real, do serviço de transporte público guiado por GPS, e às informações institucionais. Das 13 estações do trajeto, três são de transferência, modalidade que permite a conexão com os bairros sem passar pelo terminal Central.

Além disso, outro aspecto importante é a disponibilidade uma frota de cinqüenta vans. Por dia esses veículos transportam em média setecentos passageiros. Cerca de vinte por cento dessas vagas são destinadas as pessoas com deficiências.

Todos esses avanços são frutos do programa de acessibilidade de Uberlândia, que tem como carro chefe à articulação da sociedade civil com o poder público, isto demonstra o poder político das alianças entre Associações, Conselhos, Ministério Público e Governos.



Acesse este conteúdo direto da fonte